COMUNIDADES LUZIENSES SOFREM COM AS PÉSSIMAS CONDIÇÕES DAS ESTRADAS VICINAIS

      

Santa Luzia-Ma, segundo IBGE é o décimo quinto maior município do Estado do Maranhão, com uma população entorno de 71 mil habitantes, sendo mais de 60% demograficamente rural.


Localizada ao Oeste do estado do Maranhão e com mais de 50 anos de emancipação política, Santa Luzia sofre, ao longo de todos esses anos, consequências do descaso público com as estradas vicinais.


São pontes quebradas e estradas sem quaisquer condições de oferecer um tráfego durante todo o ano. Tal situação priva a população de acesso a bens e serviços básicos como Saúde e Educação além do que, limita em grande parte, a capacidade de consumo das famílias que não tem como transportar seus produtos, por outro lado a população da sede também sofre com a escassez de produtos oriundos da nossa zona rural  tão produtiva, tendo que consumir produtos de outras regiões do  Estado.


Essa não é uma realidade recente, mas um dos  maiores problemas pelos quais passam a maioria de nossa  população. A estrada é vida, é saúde, é educação, é desenvolvimento.


A equipe do Maranhão Online entrou em contato com a Administração pública de Santa Luzia-MA para saber como está sendo o planejamento para o melhoramento das estradas vicinais do município. Conversamos com a Prefeita , França do Macaquinho.


ENTREVISTA MARANHÃO ONLINE


MARANHÃO ONLINE: Prefeita fale um pouco das condições em que a administração recebeu o município de Santa Luzia, no que se refere às estradas vicinais.




FRANÇA DO MACAQUINHO: Todos são sabedores que este ano tivemos um período longo de chuvas muito intensas, isso deixou nossas estradas ainda mais intrafegáveis. Recebemos um município com sérios problemas de acesso. São muitas pontes e quase 100% estão precisando ser refeitas e ou passarem por reparos imediatos.  Comunidades inteiras isoladas, em fim, temos muito trabalho a desenvolver em Santa Luzia.

MARANHÃO ONLINE: Diante das péssimas condições das estradas vicinais do município que vêm se alongando há anos, o que a administração tem feito para melhorar o acesso das comunidades rurais à sede do município?


FRANÇA DO MACAQUINHO: Logo que as chuvas pararam começamos o serviço de recuperação das estradas, nesta primeira etapa dando somente acesso às comunidades isoladas, infelizmente não é possível o município sozinho fazer o piçarramento de todas as estradas vicinais de Santa Luzia, então enviamos maquinários para diversas regiões do município, como região da Faísa, Campo Grande, Centro do Anselmo, Sumaúma, Boa Esperança, Brejo dos Caboclos e outras.


      


MARANHÃO ONLINE: A Senhora falou anteriormente que o município não tem condições de sozinho recuperar as estradas de Santa Luzia, quais parcerias a Administração tem buscado?


FRANÇA DO MACAQUINHO: Buscamos ajuda junto aos Deputados Federais e conseguimos com o Deputado Federal Junior Marreca uma emenda no valor de R$ 700.000,00 para beneficiar a estrada que vai do Povoado Cantinho ao São João da Mata, conseguimos recursos para o piçarramento da estrada que liga o Povoado de Igarapé do Índio ao Cocalinho. Elaboramos projetos junto ao INCRA para as estradas do PA( Projeto Assentamento)  Faísa que vai do Povoado Faísa ao Arapari  e PA Queimadas, totalizando 46 km de estradas vicinais.


MARANHÃO ONLINE: Além dessas parcerias quais outros meios a administração tem buscado para aliviar o sofrimento das populações rurais?


FRANÇA DO MACAQUINHO: Além das emendas parlamentares a administração também licitou o valor de R$ 1.463.950,75 (um milhão quatrocentos e sessenta e três mil, novecentos e cinquenta reais e setenta e cinco centavos) com recurso do Fundo de Participação dos Municípios – FPM para recuperação da estrada que da acesso ao povoado de Nova Olinda ao Povoado Dioclécio, Boa Esperança, Povoado Muriá e estrada que dá acesso ao Povoado Sede da Cacique.



      










Nenhum comentário