SANTA LUZIA- EMPRESÁRIO É PRESO DURANTE ATO DA IGREJA EVANGÉLICA

 A comunidade  Luziense, especialmente a evangélica  foi surpreendida na noite desta quarta-feira ( 12 de julho) com o cumprimento do mandato de prisão contra Sérgio  de Paiva. 



Enquanto participava de um culto da Assembléia de Deus no Bairro Abdon Braide, o empresário do ramo da beleza e conhecido como Sérgio Cabeleireiro foi conduzido pela Polícia Civil  à Delegacia de Santa Luzia. O ocorrido causou perplexidade em toda a população Luziense, pois o mesmo é considerado como uma pessoa de boa índole e respeitada pela sociedade. 


Casado e pai de dois filhos, Sérgio sempre viveu uma vida religiosa e por exercer um cargo de liderança diante a juventude da Igreja da Assembléia de Deus local nunca despertou qualquer suspeita de ato ilícito.

SANTA LUZIA- EM REDES SOCIAIS PARENTE DO  MENOR SUPOSTAMENTE ABUSADO POR EMPRESÁRIO FAZ REVELAÇÕES 

Após notícia da prisão do empresário Sérgio Paiva novos fatos foram revelados. Parente do menor supostamente abusado utiliza redes sociais para expressar sua indignação e revolta diante dos fatos envolvendo o empresário. Segundo apurou o blog o caso  envolveria o estupro de um menor.

Vale destacar que de acordo com a legislação mais recente configura estupro:
"Constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, a ter conjunção carnal ou a praticar ou permitir que com ele se pratique outro ato libidinoso: 

Pena - reclusão, de 6 (seis) a 10 (dez) anos. 


§ 1o  Se da conduta resulta lesão corporal de natureza grave ou se a vítima é menor de 18 (dezoito) ou maior de 14 (catorze) anos: 


Por Maranhão Online

Nenhum comentário