MPF DO MARANHÃO PEDE A PRISÃO DE EX-DIRETORES DE ESCOLAS QUE NÃO PRESTARAM CONTA ENTRE OS ANOS DE 2013 À 2016

O Ministério Público Federal-MPF, iniciou os pedidos de prisão de vários ex-diretores de escolas públicas das redes municipais e estaduais. Os pedidos já estão em curso e muitíssimo já foram acatados pela Polícia Federal no estado do Maranhão.

As irregularidades geraram bloqueio de recursos de algumas escolas dos municípios, por esta razão, a impossibilidade de viabilizar reparos e suprir outras necessidades.

Algumas escolas do interior do estado sofreram anos anteriores com o desvio dos recursos do Programa Dinheiro Direto na Escola- PDDE e do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação - FNDE, como é o caso dos gestores das cidades de Araioses e Bom Jardim.

Edilse dos Santos, não apresentou à prefeitura de Araioses a aplicação da verba repassada a ela pelo FNDE. Já o ex-gestor, Kennedy dos Santos, recebeu R$ 33.094,93 e não comprovou a aplicação dos recursos sacados entre os anos de 2013 e 2014.

Outros casos com investigação e pedido de prisão em curso, devem nos próximos meses chegar aos municípios de Rosário, Bacabeira, Santa Rita, Itapecuru e diversas cidades do médio sertão maranhense estão na lista do MPF. Assim como os ex-gestores de Araioses e Bom Jardim foram surpreendidos, muitos outros vão acertar as contas com a justiça por conta dos desvios de recursos públicos.

Fonte :radiosertaoweb.com







PUBLICIDADE



Nenhum comentário