SANTA LUZIA:70% DOS LUZIENSES APROVAM A ADMINISTRAÇÃO DA PREFEITA FRANÇA DO MACAQUINHO


Pesquisa realizada pelo Instituto Exatta revela que a Administração da Prefeita França do Macaquinho possui alto índice de aprovação junto à população. Após um ano a frente da Prefeitura de Santa Luzia-MA, a gestão da progressista possui 70% de aprovação. O percentual impressiona pois, apesar da forte crise financeira que afetou os municípios maranhenses em 2017, a população reconhece o trabalho e as conquistas realizadas pela gestão municipal.



Quando perguntados sobre as ações positivas desenvolvidas pela atual administração, os entrevistados destacaram, entre outras: a pavimentação asfáltica, reforma da Praça da Matriz, compra do prédio do hospital, aquisição de ambulância, reforma e construção de escolas, implantação do restaurante popular, PROCON/VIVA, além da coleta do lixo, recuperação de estradas e  iluminação pública.

A primeira mulher prefeita de Santa Luzia-MA também demonstra sua habilidade política e é considerada a maior Liderança Política do Município de Santa Luzia, desbancando  políticos tradicionais,  que por longas datas figuraram como lideranças no imaginário coletivo. A Prefeita França do Macaquinho consolida sua liderança política pela capacidade de agregar forças pelo interesse do povo luziense, pela forma como organiza sua gestão, pela transparência dos atos do governos e pela sua presença marcante junto ao povo. O resultado da pesquisa atesta o reconhecimento da forma de administrar da jovem prefeita.


A pesquisa apontou também que 66% dos luzienses aprovam o governo de Flávio Dino. Esse dado revela que a parceria entre a Prefeitura e o Governo do Maranhão  para o atendimento das demandas sociais é positiva para maioria da população, além de servir como termômetro da satisfação  da população   com a gestão do comunista à frente do Executivo Estadual.

A pesquisa foi realizada nos dias, 16 e 17 de janeiro de 2018, e ouviu 420 entrevistados na Zona Urbana e Rural de Santa Luzia. A margem de erro da pesquisa é de 03 pontos percentuais para mais ou para menos, com um nível de confiança de 95%.



Fonte: Maranhão Online

Um comentário:

  1. Notícia falsa é um sintoma. Polarização política é o problema.

    Desde a redemocratização, a política nunca esteve tanto no centro dos debates entre os brasileiros e, consequentemente, estamos vivendo o período em que há o maior consumo de notícias sobre o assunto.

    Contudo, não são reportagens assinadas, com fontes identificadas e baseadas em checagem e documentos que estão atingindo uma parcela considerável deste público engajado, e sim links de sites e blogs que estejam de acordo com o pensamento político do leitor, contendo manchetes fortes e informação não verificada.

    O crescimento do número de notícias falsas é um fenômeno de massa, já é gravíssimo e tem potencial para surtir efeitos práticos na política, o que fez com que o Grupo de Pesquisa em Políticas Públicas para o Acesso à Informação da USP começasse a se dedicar a um monitoramento permanente do debate político nas redes sociais.

    O doutor em Filosofia e cientista político Pablo Ortellado, um dos coordenadores dos estudos, alerta que a responsável pelo problema é a polarização política que atinge milhões de brasileiros e que vai contribuindo para a circulação de notícias falsas na internet. O resultado é a queda da qualidade da informação e do debate público.

    Em um monitoramento realizado no mês de junho em cerca de 500 páginas da internet, verificou-se que já são 12 milhões de pessoas polarizadas, que só acompanham notícias do seu campo político, sendo estas não necessariamente verdadeiras.

    ResponderExcluir